Papel Manteiga


Simples, rápido e doce, claro

Aos que dizem que sobremesa sem chocolate não é sobremesa, este pudim agrada. E para aqueles que não gostam de passar muito tempo fazendo a sobremesa, esta é uma boa opção. Usei só polpa de frutas, tanto para o pudim quanto para a calda. 



Pudim de goiaba com calda de morango
Rendimento 4-6 porções

Ingredientes

Pudim
6 folhas de gelatina incolor/ ou 1 pacote em pó
6 colheres de sopa de água
1 lata de leite condensado
1 1/2 saco (150g) polpa de goiaba
1/3 xícara de leite

Calda
1 saco (100g) polpa de morango
1 colher de sopa de água
3 colheres de sopa de açúcar

Modo de preparo
Pudim
Hidrate a gelatina na água até amolerecer. Derreta a gelatina em banho-maria. Bata os outros ingredientes no liquidificador. Junte aos poucos, com o liquidificador ligado, a gelatina. Distribua em 4 ou 6 formas. Leve à geladeira até ficar firme.

Calda
Numa panela pequena, junte a polpa, a água e o açúcar. Leve ao fogo e ferva até o líquido começar a engrossar. Desligue o fogo e espere esfriar. Cubra o pudim com a calda já fria ou intercale camadas de pudim e calda.



Escrito por Naninha às 15h50
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DICA DE VINHO - CASA VALDUGA ESPUMANTE BRUT PREMIUM

Os espumantes podem ser considerados os melhores produtos da indústria vinícola nacional. Há diversos rótulos muito bons e na visita à Casa Valduga provamos belos exemplares. Arrisco dizer que é o que fazem de melhor. Não à toa, investiram numa enorme cave para a produção deste tipo de vinho.

O Casa Valduga Espumante Brut Premium é feito com uma mistura de Chardonnay e Pinot Noir, usando o método champenoise, em que a primeira fermentação é feita nos barris de inox e a segunda, na própria garrafa.

É um belo exemplo do que a indústria nacional tem de melhor. De cor amarelo-dourada, apresenta perlage abundante e é bem equilibrado, saboroso. Boa pedida para o verão.

Várias lojas online oferecem este vinho, com preços variando entre R$ 30 e R$ 50 a garrafa. Vale a dica do vinho anterior, da própria Valduga, que é a de consultar a empresa, que despacha os vinhos para todo o país.

Visite o site: Casa Valduga



Escrito por Lavi às 23h01
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Filme e comida

Garçonete (Waitress)

Um filme sobre relacionamento, amizade, oportunidades e comida. Um drama, com pitadas de humor. Um filme com final feliz, mas nem tão previsível assim, só um pouquinho. Um filme para meninas, que meninos também podem assistir. 

Jenna (Keri Russell), garçonete do Joe's Diner, tem um talento especial para fazer tortas. Presa a uma vida infeliz, seus sonhos são ganhar o concurso de tortas e se livrar do marido, Earl (Jeremey Sisto). Earl é um boçal, insuportavelmente imaturo e possessivo, que pega 'todo' o salário da esposa. Mas Jenna sempre esconde uma parte na tentativa de um dia ter o suficiente  para fugir dele. Sua vida toma outro rumo quando ela descobre uma gravidez indesejada, mas é justamente esta gravidez que muda sua vida. Veja o filme para saber o resto.

As tragédias da sua vida são a fonte de inspiração para criar as tortas com nomes muito bons: 'I hate my husband pie', 'I Can’t Have No Affair Because It’s Wrong And I Don’t Want Earl To Kill Me Pie'. Algumas das receitas destas tortas foram testadas pela doceira Laura Estima, do café Doce de Laura (Rua Aspicuelta, 27, Vila Madalena, SP).

Baby don't you cry (Quincy Coleman) é a minha música favorita do filme. Uma parte da música diz assim:

Baby don't you cry
gonna make a pie
gonna make a pie with a heart in the middle
Baby don't be blue
gonna make for you
gonna make a pie with a heart in the middle



Escrito por Naninha às 19h46
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DICA DE VINHO - CASA VALDUGA GRAN RESERVA CHARDONNAY

Parte de uma das linhas top da Casa Valduga, este vinho chega até a surpreender quem não acredita no vinho nacional. Apresenta bela coloração amarelada, é bem aromático e de paladar muito agradável. Tem 14 graus de álcool. Por 32 reais na loja da vinícola, eu considerei uma boa compra.

Uma curiosidade: metade do vinho produzido passa por barris de carvalho romeno. Sim, romeno. Com os altos preços dos barris de carvalho, classicamente franceses ou americanos, países como a Romênia e a Eslovênia começam a aparecer como fornecedores de barricas.

É possível que este vinho só seja encontrado na vinícola, no Vale dos Vinhedos (Bento Gonçalves, RS). Eles vendem por telefone e despacham para todo o país.  Visite o site: Casa Valduga



Escrito por Lavi às 21h58
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Chocolate + chocolate = delícia de bolo

Este também é um bolo denso e, respondendo a pergunta da Ia: "denso é algum eufemismo para "bombástico - megacalórico e sensacional?" Sim, sim e sim! O nome do bolo em inglês é 'Devilishly dark chocolate torte', algo como Bolo diabolicamente cheio de chocolate meio-amargo. É chocolate puro (chocolate em barra, em pó e licor de chocolate) e um tantinho de café.  A receita pedia para fazer várias camadas de recheio, mas eu fiquei muito feliz com uma mesmo, já que não cresceu tanto assim.

Devilishly dark chocolate torte

Ingredientes
Massa
185g de manteiga
3 colheres de café instantâneo
1 xícara de água quente
150g de chocolate meio-amargo, picado
1 1/2 xícara de açúcar
1 xícara de farinha de trigo com fermento
3/4 xícara de farinha de trigo
2 colheres de sopa de cacau em pó
2 ovos
1 colher de chá de essência de baunilha
2 1/2 de licor de cacau
3/4 de xícara de amêndoas em lascas

Cobertura e recheio
200g de chocolate meio amargo
130g de manteiga sem sal, derretida
1/4 xícara de açúcar de confeiteiro

Modo de Preparo
Massa
Pré-aqueça o forno a 160-170°C. Unte uma assadeira quadrada de bolo de 20cm com manteiga, forre com papelmanteiga e unte novamente. Reserve. Derreta a manteiga em uma panela, em fogo baixo. Retire do fogo e acrescente o café e a água quente. Em seguida, adicione o chocolate e o açúcar; mexa até obter uma mistura cremosa e reserve. Em um recipiente,  peneire os dois tipos de farinha e o cacau. Na batedeira, bata a mistura de chocolate derretido e acrescente a mistura de farinhas, aos poucos. Ao final, bata os ovos e a essência. Coloque na assadeira preparada e asse por cerca de 1h20 ou até que esteja firme. Depois de assado, deixe esfriar por cerca de 10 minutos antes de tirar o bolo da assadeira. Corte o bolo ao meio,  regue uma metade com o licor de cacau e cubra com o recheio. Coloque a segunda metade sobre a primeira e cubra todo o bolo com o restante do recheio. Finalize com amêndoas em lascas na lateral do bolo.

Recheio
Derreta o chocolate e a manteiga em banho-maria, retire do calor e acrescente o açúcar de confeiteiro. Bata a mistura com uma cholher de madeira até esfriar e ficar cremosa.



Escrito por Naninha às 16h21
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




DICA DE VINHO - RESERVA DA SERRA MERLOT/CABERNET SAUVIGNON

Nossa recente viagem à Serra Gaúcha vai render uma série de posts com dicas do que vimos de interessante por lá.

O primeiro é este vinho da SulBrasil, na verdade uma marca usada pela Lídio Carraro para servir como porta de entrada para sua linha considerada "top".

Este corte de Merlot/Cabernet Sauvignon é um exemplo de vinho nacional que vale mais do que custa, até por ser bem barato, cerca de 25 reais a garrafa. Só como comparação, a linha "top" da vinícola, que leva a marca Lídio Carraro, tem rótulos que chegam a custar mais de 160 reais.

Se a maioria dos vinhos tintos que provamos na região do Vale dos Vinhedos se demonstrava desequilibrada, ora ácidos demais, ora tânicos demais, os exemplares da Lídio Carraro se mostraram bem equilibrados, e, pelo valor, este se transformou numa ótima alternativa. Com aromas e sabores muito agradáveis, é um vinho bem fácil de beber.

O mais fácil é comprá-lo no próprio site da vinícola, mas vale fazer contato com eles para verificar que locais de sua cidade distribuem seus produtos.



Escrito por Lavi às 17h54
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Picadinho indiano de frango, tomate e canela

Esta é uma receita do livro Cozinhando para Amigos 2, “Entre Panelas e Tigelas, a Aventura Continua”, de Heloísa Bacelar. O livro, divido em 16 temas, como 'Eu adoro maçã', 'Ching Ling - made in China', 'Picadinhos e ensopadinhos de tudo quanto é canto'; traz mais textos e relatos pessoais do que a edição "1" e mais de 300 receitas. E é tão bom quanto o primeiro livro. Fiz esta receita quando ainda estávamos de férias e recebemos um casal de amigos para jantar. É deliciosa e rápida de fazer.  Pouco tempo depois de ter feito as compras, estava servindo os convidados.

Picadinho indiano de frango, tomate e canela
Rendimento: 6 pessoas

Ingredientes
1 colher de chá de canela em pó
1 1/2 colher de chá de cúrcuma
1 1/2 colher de sopa de curry
1/2 colher de chá de pimenta-de-caiena
1 1/2 xícara de iogurte natural
suco e raspas da casca de um limão
1kg de peito de frango em tirinhas
2 cebolas grandes em fatias finas
2 dentes de alho picadinhos
1 colher de sopa de gengibre ralado
8 tomates vermelhos, sem pele e sem sementes, em cubinhos (usei o de lata)
1/3 de xícara de folhas de hortelã rasgadas na hora
óleo vegetal
sal

Modo de preparo
Numa tigela. misture a canela, a cúrcuma, o curry, a pimenta-de-caiena, o iogurte, o suco de limão, 1 colher (chá) de sal e o frango e deixe descansar por pelo menos 1 ou por até 12 horas. Pique os tomates e deixe-os escorrer em uma peneira. Em seguida, regue o fundo de uma frigideira grande com óleo, aqueça e doure ligeiramente a cebola. Junte o alho e o gengibre, espere perfumar. Adicione o frango com a marinada em 3 porções, para não formar água. Depois que os pedaços de frango começarem a firmar e a mudar de cor, retire da panela e faça o mesmo com as outras duas partes. Junte todo o frango e a marinada restante na panela, acrescente o tomate e mais um pouco de sal e cozinhe por cerca de 10 minutos até que a carne esteja bem macia e o molho bem encorpado. Sirva com arroz.

Receita adaptada do livro “Cozinhando para Amigos 2 - Entre Panelas e Tigelas, a Aventura Continua”, de Heloisa Bacellar. Editora: DBA



Escrito por Naninha às 11h14
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]




Salada de lentilhas e tomates-cereja

Olá, depois de um longo período de férias, voltamos. E, justo quando se fala tanto em reforma ortográfica, eu começo 2009 com uma receita que tem palavras com hífen. Devo escrever 'tomatecereja' ou 'tomate-cereja', 'pimenta do reino' ou 'pimenta-do-reino'? Bem, por enquanto, continuarei usando o hífen.

Salada de lentilhas e tomates-cereja

Salada de lentilhas e tomates-cereja
Rendimento 4-6 porções

Ingredientes
400g de lentilhas
12 tomates-cereja
1 buquê de manjericão
6 colheres de sopa de azeite de oliva
sal
pimenta-do-reino preto

Modo de preparo
Cozinhe a lentilha em bastante água com sal por 20 a 25 minutos e escorra-a e deixe esfriar. Limpe, lave e seque o manjericão,reserve. Em um recipiente, coloque a lentilha, os tomates limpos e cortados ao meio. Tempere com com azeite, uma pitada de sal e uma de pimenta e acrescente manjericão picado.
  

Receita adaptada do Livro  A Grande Cozinha: Verduras - Abril Coleções, Editora Abril



Escrito por Naninha às 09h25
[   ] [ envie esta mensagem ] [ ]


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]


 




Meu perfil
BRASIL , Sudeste , Mulher , direto da cozinha lá de casa



Meu perfil
BRASIL, Sudeste, Homem, direto do fogão e da adega
Histórico
Outros sites
  101 Cookbooks
  Arabic Bites
  Cafezinho das cinco
  Comidinhas do bem
  Chocolate e Companhia
  Chocolatria
  Chucrute com Salsicha
  Cozinha da Fabi
  Cravo da Índia
  Culinary Concoctions
  Dia de Domingas
  Cream Puffs In Venice
  Diga Sim
  Elise
  Elvira's Bistrot
  Emucillo
  Experiências de Viagem
  Flavia 'n Flavors
  Fun and Food
  Gastronautas Amadores
  Gastronotas
  La Ciliegina Sulla Torta
  La cucinetta
  L'amour dans l'assiette
  La Tartine Gourmande
  Manga com pimenta
  Pannacotta
  Panela de cobre
  Pitadinhas
  Receitas da Filipa
  Receitas Nani
  Tigela de yakissoba
  Tô na cozinha!
  Women Glow
Technorati Profile
Votação
  Dê uma nota para meu blog